Novidades

Saiba como ocorre a indenização do seguro para carros financiados

Compartilhe:

18/11/2020 - CQCS

No Brasil, comprar veículos através de financiamento é uma prática muito comum. E, como em outros casos, é de fundamental importância possuir um seguro. Para entender as particularidades desse tipo de seguro auto, o CQCS conversou com Dorival Alves, Corretor de Seguros e vice-presidente de marketing da Fenacor.

De acordo com Dorival, a contratação do seguro para carros financiados são idênticos aos seguros para carros quitados, só poderá ocorrer uma diferença na hora da indenização em caso de sinistro.

Ele pontuou que existem duas maneiras de o segurado receber o pagamento integral da indenização quando o veículo segurado está financiado. “A primeira funciona da seguinte forma: o segurado quita o saldo devedor com a financeira e liquida a dívida. A outra maneira, é a seguradora quitar o saldo devedor diretamente com a instituição que realizou o financiamento do carro e o segurado recebe a diferença de valores”.

Além disso, Dorival explicou que, quando há indenização por perda total, a seguradora garante, em primeiro lugar, o pagamento em nome do credor lançado no DUT, ou seja, paga a instituição financeira e o possível valor remanescente, em caso de possível existência de crédito, ao segurado.

Para esclarecer melhor a situação, Alves exemplificou o caso de diferentes formas: “Um exemplo é se o carro do segurado vale R$80 mil segundo a Tabela FIPE e ainda precisa quitar R$30 mil mas não quer ou não pode pagar por esse montante, a seguradora se encarrega disso, mas faz o desconto na hora de quitar a indenização. R$80 mil menos os R$30 mil faltante do financiamento, ou seja, o segurado receberá R$50 mil”.

A segunda forma é: “A pior das situações é quando o carro do segurado vale R$80 mil segundo da Tabela FIPE e o saldo devedor junto a financeira seja superior a R$80 mil e neste caso, a indenização somente poderá ser efetuada pela seguradora quando o segurado regularizar a sua situação junto a instituição financeira”, disse.

Em qualquer uma das situações, é imprescindível informar ao corretor de seguros que o veículo está financiado, de modo a garantir a cobertura, evitando possível negativa de indenização por parte da seguradora.